Injeção de substâncias

Existem disponíveis algumas substâncias que podem ser injetadas na prega vocal para tratamento de algumas patologias de pregas vocais tais como o ácido hialurônico, hidroxiapatita de cálcio, gordura e toxina botulínica. Este procedimento pode ser realizado em consultório ou no centro cirúrgico sob anestesia.

A toxina botulínica está indicada em pacientes com disfonia espasmódica. A substância é colocada dentro da prega vocal através de uma injeção com agulha fina externamente. Este procedimento pode ser realizado no consultório e o paciente não precisa ficar internado, retornando as suas atividades no mesmo dia. A toxina botulínica bloqueia a ação muscular e diminui os espasmos e contrações da musculatura laríngea durante a fala. Após a aplicação, o paciente pode queixar-se de engasgos e fraqueza na emissão da voz, sintomas que se estabilizam após 1 ou 2 semanas.

Outras substâncias que podem ser injetadas na corda vocal e devem ser indicadas por um fonocirurgião.

Disfonia espasmódica – Voz antes e depois do Botox

Antes:

Depois: