Disfonia Espasmódica

A disfonia espamódica é uma doença neuro-motora da musculatura laríngea o que deixa a voz do paciente tensa e estrangulada devido a espasmos durante a fonação. O tratamento de escolha deste pacientes é a injeção de toxina botulínica no interior do músculo vocal. Há melhora dos espasmos e melhora da voz. Entretanto, a ação da toxina botulínica dura em média 6-8 meses. Quando passa o efeito, há retorno dos espasmos e é necessária nova aplicação. Uma alternativa à aplicação da toxina botulínica é o tratamento cirúrgico. A técnica é denominada “miectomia do músculo tireoritenoideo associado à neurectomia do ramo do tireoaritenoideo do nervo laringeo inferior” e foi desenvolvida pelo Dr Domingos Hiroshi Tsuji. Resultados mais duradouros têm sido reportados pelos pacientes.

Veja um video de uma paciente com disfonia espasmódica e explicações do Dr Domingos Tsuji sobre o tema.

Saiba mais sobre a técnica no artigo publicado pelo grupo.

Saiba mais sobre o tratamento para disfonia espasmódica.